Tag Archives: Portugal

Heróis da Portugalécia – Aristides de Sousa Mendes

Aristides de Sousa Mendes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Aristides20IAristides de Sousa Mendes do Amaral e Abranches GCCOL (Carregal do Sal, Cabanas de Viriato, 19 de Julho de 1885Lisboa, 3 de Abril de 1954) foi um cônsul português. Cônsul de Portugal em Bordéus no ano da invasão da França pela Alemanha Nazi na Segunda Guerra Mundial, Sousa Mendes desafiou ordens expressas do ditador António de Oliveira Salazar que acumulava a função de ministro dos Negócios Estrangeiros, e durante cinco dias concedeu milhares vistos de entrada em Portugal a refugiados de várias nacionalidades que desejavam fugir da França em 1940.

Por muitos considerado um herói, Aristides de Sousa Mendes terá salvado dezenas de milhares de pessoas do Holocausto. Chamado de “o Schindler português“, Sousa Mendes também teve a sua lista e salvou a vida de milhares de pessoas, das quais cerca de 10 mil judeus.1 . Mas segundo, Avraham Milgram historiador da Yad Vashem num estudo publicado em 1999 pelo Shoah Resource Center, International School for Holocaust Studies, a diferença entre o mito dos 30 mil vistos e a realidade é grande.2 3

Os historiadores Avraham Milgam e Douglas Wheeler coincidem na opinião de que a literatura popular, na tentativa de elevar a figura e os feitos de Sousa Mendes, tem-no comparado com outras personalidades como a de Raoul Wallenberg. Tal é o caso da biografia escrita por Rui Afonso: Um homem bom: Aristides de Sousa Mendes, o “Wallenberg portugues”. Contudo segundo Milgram e Wheeler, exceptuando o facto de que ambos eram diplomatas, as figuras têm muito pouco em comum.2 3


Notas e Agradecimentos:
À Wikipédia e a todos os que contribuem para a existência desta enciclopédia livre;
À RTP pelo documentário apresentado;
Ao Youtube por disponibilizar o acesso ao vídeo.

Música Sacra – Pedro de Escobar (c. 1465-post 1535)

sacred music_03Com este artigo damos início à série «Música Sacra».

Numa primeira fase divulgaremos os principais compositores de Música Sacra da área geográfica de Portugal, Galiza, Astúrias, Leão e Castela.

Em cada um dos artigos apresentaremos a biografia do compositor, alguns CD’s e faixas áudio, vídeos e, se possível, a  ligação a algumas partituras das suas obras.

A informação aqui divulgada é proveniente, principalmente, da Wikipédia, da CPDL – Biblioteca Coral de Domínio Público, do Spotify e do Youtube.

Pedro de Escobar

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Languages (External link to Wikipedia)

EnglishDeutschEspañolעברית PortuguêsSuomiSvenska

Pedro de Escobar (c.1465 – depois de 1535), também chamado Pedro do Porto, foi um compositor Português da Renascença. Foi um dos primeiros e mais hábeis compositores de polifonia na Península Ibérica, cujas obras sobreviveram.

Vida

Nasceu no Porto, Portugal, mas nada se sabe da sua vida até ter entrado ao serviço de Isabel de Castela em 1489. Foi cantor na capela real durante 10 anos, trabalhando também como compositor; era o único membro português da sua capela. Em 1499, Escobar voltou à sua pátria, mas em 1507 recebeu uma oferta de emprego, que aceitou, como maestro de capilla na catedral de Sevilha.

Em Sevilha era ele o professor dos coristas e o responsável pelo seu alojamento. Acabou por se despedir, queixando-se de baixo ordenado. Em 1521 trabalhou em Portugal, como mestre da capela para o Infante-Cardeal Dom Afonso. A sua carreira parece ter terminado da pior forma, já que a última referência à sua vida é um documento de 1535 onde se afirma que era um alcoólico vivendo na pobreza. Morreu em Évora.

Música e influências

Duas missas completas de Escobar sobreviveram, incluindo um Requiem, o primeiro composto por um compositor ibérico. Compôs também um Magnificat, 7 motetes, 4 antífonas, 8 odes, e 18 vilancetes. A sua música era muito popular, como o provam o aparecimento de cópias das suas músicas em locais distantes; por exemplo, a cópia de manuscritos seus na Guatemala. O seu motete Clamabat autem mulier Cananea foi particularmente aclamado pelos seus contemporâneos, tendo influenciado compositores posteriores.

Partituras

Áudio

Requiem: Offertorium
Pedro de Escobar

Vídeos

Requiem Aeternam
Virgen Bendita Sin Par

Notas e Agradecimentos:
À Wikipédia e a todos os que contribuem para a existência desta enciclopédia livre.
À CPDL – Biblioteca Coral de Domínio Público.
Ao Spotify por disponibilizar o acesso à Discografia
Ao Youtube por disponibilizar o acesso aos vídeos
Agradecemos a indicação de eventuaia erros neste artigo, ou na lista de faixas áudio, para procedermos à respetiva correção. Obrigado.
spotify-logo-primary-horizontal-light-background-rgb
Para tirar o melhor partido desta página deverá instalar o Spotify.
Qualquer dúvida contacte a Portugalécia.

Tiempo de Viajar – Viseu (Portugal)

esperanza dominguez ortegaContinuamos com a publicação dos programas «Tiempo de Viajar» da Radio Televisión de Castilla e León – rtvcyl. Tiempo de Viajar é apresentado por Esperanza Domínguez.

O programa de hoje fala-nos da cidade de Viseu no centro de Portugal.

Viseu (Portugal)

Localização

Apontadores

Música Antiga – Ai flores, ai flores do verde pino (D. Dinis)

Cancioneiro da AjudaCom este artigo dou início à série «Música Antiga».

Nesta primeira parte da série partilharei convosco Cantigas Mediavais Galego-Portuguesas.

Em cada um dos artigos será apresentada a letra, música e biografia do autor.

Este trabalho só é possível graças à excelente base de dados existente no Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa. Esta base de dados é resultante do projeto Littera, edição, atualização e preservação do património literário medieval português, projeto liderado pela Profª. Graça Videira Lopes.

Ai flores, ai flores do verde pino (D. Dinis)

Género: Cantiga de Amigo
Autor: D.Dinis (D. Dinis na Wikipédia)

Letra

Ai flores, ai flores do verde pino,
se sabedes novas do meu amigo?
Ai Deus, e u é?

Ai flores, ai flores do verde ramo,
se sabedes novas do meu amado?
Ai Deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amigo,
aquel que mentiu do que pôs conmigo?
Ai Deus, e u é?

Se sabedes novas do meu amado,
aquel que mentiu do que mi há jurado?
Ai Deus, e u é?

Vós me preguntades polo voss’amigo
e eu bem vos digo que é san’e vivo.
Ai Deus, e u é?

Vós me preguntades polo voss’amado
e eu bem vos digo que é viv’e sano.
Ai Deus, e u é?

E eu bem vos digo que é san’e vivo
e será vosco ant’o prazo saído.
Ai Deus, e u é?

E eu bem vos digo que é viv’e sano
e será vosc[o] ant’o prazo passado.
Ai Deus, e u é?

Discografia

Ai flores, ai flores do verde pino
D. Dinis

Notas e Agradecimentos:
Ao Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa por permitir o acesso à sua Base de Dados.
spotify-logo-primary-horizontal-light-background-rgbÀ Spotify. por disponibilizar o acesso à Discografia
Para tirar o melhor partido desta página deverá instalar o Spotify.
Qualquer dúvida contacte a Portugalécia.

Artistas da Portugalécia – Maria do Ceo

Biografia

Maria_do_Ceo_1Maria do Ceo, es fado en estado puro, actualmente está considerada una fadista tradicional, por lo que en algunos medios de comunicación ya la consideran la sucesora de Amalia Rodrigues, tanto en el estilo, como en la interpretación.

Maria do Ceo, cuando canta transmite melancolia, dulzura, pasion, ternura, todos los ingredientes para ser una buena interprete de fado, porque realmente ella es:

Cuerpo de mujer y alma de fado.

Dicen de ella los críticos, que Maria do Ceo, nos acerca el fado como hasta ahora nadie había hecho antes.

Pero Maria do Ceo, no solo nos canta fado, también nos canta bolero con un dramatismo que nos recuerda a  la gran Chavela Vargas.

Maria_do_Ceo_2Uniendo sus múltiples influencias al sentir portugués y a la dulzura natural del idioma gallego, dotada de cualidades vocales excepcionales, envuelve de inmediato al público en un ambiente mágico con la musicalidad escalofriante que le brota del alma. Con una sólida carrera internacional ha sido reconocida y condecorada como embajadora de la cultura gallega en el mundo tiene siempre el Fado como inspiración primordial.

En el 2001 fue convidada para participar en el primer y gran homenaje póstumo a la persona que más influyo en su forma de cantar, Amalia Rodrigues dejando extasiado al numeroso público presente en el Coliseo de Lisboa.

Asistir a los conciertos de María do Ceo, significa sumergirse emocionalmente en un ambiente musical eclíptico pero familiar, de enorme belleza, donde entendemos de inmediato la identidad cultural Luso-Galaica.

Discografia

Fado Com Outro Acento
2012
Celme Encantado
2011

No bico un cantar
2010
Tan Lonxe
2007

Dúas Almas do Miño
2006
Panxoliñas (Villancicos)
2005

Fado e Outras Músicas
2004
Al Rescate Del Alma
2001

Vellas Lembranzas
1998
Cartas de Amor
1996

Vídeos

Rio de Lúa
Panxoliña – O pastor vinde adorar
Maria La Portuguesa
Piensa en Mi

Notas e Agradecimentos:
A Biografia é proveniente do site Maria do Ceo (09-11-2014).
spotify-logo-primary-horizontal-light-background-rgbA Discografia é proveniente do site da Spotify.
Para tirar o melhor partido desta página deverá instalar o Spotify.
Qualquer dúvida contacte a Portugalécia.

Tiempo de Viajar – Aveiro

Hoje iniciamos a publicação dos programas «Tiempo de Viajar» da Radio Televisión de Castilla e León – rtvcyl. Tiempo de Viajar é apresentado por Esperanza Domínguez.

O programa de hoje fala-nos sobre Aveiro – Portugal.

Localização

Apontadores

Fátima – Última Peregrinação do Ano 2014

Em 13 de Outubro de 1917  estavam na Cova da Iria cerca de 70.000 pessoas e todas testemunharam o Milagre do Sol. Este foi o sinal que Nossa Senhora prometera aos três pastorinhos.

1 T UMAX     PowerLook 3000   V1.8 [4]Hoje, 13 de Outubro de 2014, tem lugar a última Peregrinação do Ano 2014. Esta peregrinação internacional é presidida por D. Filipe Neri Ferrão, arcebispo de Goa e Damão, Índia. O tema da peregrinação é Arrependei-vos, porque Deus está perto (cf. Mt 3,2)”.

Todos os que quizerem ligar em direto ao Santuário de Fátima poderão fazê-lo através do botão do lado direito “TRANSMISSÕES online e directo“.

Quem pretender ver a reportagem da RTP da peregrinação de 12 e 13 de Outubro de 2014 em Fátima poderão fazê-lo aqui:

RTP_Fátima_13_10_2014

Para ver ou rever o que foi o Milagre de Fátima sugiro que vejam o filme abaixo apresentado.

Realizado em terras portuguesas e com um soberbo leque de actores onde se destacam os nomes de Catarina Furtado, Diogo Infante e Joaquim de Almeida, “Fátima” é uma bela história de amor cuja acção central decorre por volta de 13 de Maio de 1917, em Fátima. Nesse dia algo de extraordinário altera para sempre a vida de três crianças da Vila de Fátima. Crentes, mas assustadas, Lúcia, Jacinta e Francisco contam aos pais que tinham visto a Nossa Senhora, mas estes não acreditam neles.
Entretanto, Margarida (Catarina Furtado), que tinha decidido partir para Lisboa à procura de melhor vida, decide voltar para Fátima. Dário (Diogo Infante), filho de um influente industrial e seu namorado, decide procurá-la secretamente em Fátima, pois o seu amor por Margarida é cada vez mais forte. Margarida é das poucas a acreditar nas crianças tornando-se sua amiga íntima.
Mas, as novas aparições da Nossa Senhora, fazem com que grandes multidões se dirijam para Fátima chamando a atenção dos jornalistas e das autoridades que tentavam, a todo o custo, abafar este acontecimento. No entanto, este era apenas o início das muitas dificuldades que as três crianças iriam ter para conseguir transmitir ao Mundo o maravilhoso Milagre de Fátima.